Mês: agosto 2020

Pela escolha, porque há sempre um sujeito – e uma aposta de que há sujeito. Por Renata Mattos Avril

O ano era 1992. Foi certamente a primeira vez que ouvi falar de uma forma ética, incluindo o sujeito e seu desejo, da possibilidade de uma mulher escolher o que fazer com seu corpo e sua vida diante de uma gravidez. Não veio com o peso moralizante, os estigmas e representações repletos de pré-conceitos que …

Cortejo fúnebre em marcha à ré. Por Edson Luiz André de Sousa

PARA ONDE ESTAMOS INDO? PARA ONDE QUEREMOS IR? Chegamos em cem mil mortos e quase 3 milhões de pessoas infectadas pelo COVID-19 no Brasil. Um país as avessas, vidas ao avesso, um país em marcha à ré. Na terça-feira dia, 4 de agosto, três grandes artistas se uniram em São Paulo para uma performance que …

Uma breve reflexão sobre memória e legado. Por Cristiane Nakagawa.

Cristiane Nakagawa: especial para psicanalistas pela Democracia no dia em que se rememora o lançamento da bomba atômica sobre a cidade de Hiroshima Quando eu tinha uns 13 ou 14  anos tive uma breve, mas profunda conversa com meu pai. O assunto começou porque ele estava nitidamente triste, e tristeza de pai ou mãe é sentimento insuportável para os filhos. …

Efeitos da colonização na Psicanálise: o lugar do Brasil e da língua portuguesa. Por Luciano Elia[1]

Efeitos da colonização na Psicanálise: o lugar do Brasil e da língua portuguesa Luciano Elia[1]                 Pau Brasil Portugal só é grande no Brasil!   Este é um exergo de António Gomes da Costa[2], eminente cidadão português radicado no Brasil, no Rio de Janeiro, de cujo estado era …