Psicanalistas pela Democracia

“Não é falta de interpretação de texto” Por Adriana Marino

Reorientação. Re-orientação. (re)orientação. Está escrito e assinado pelo juiz do Distrito Federal, Waldemar Cláudio de Carvalho, que profissionais da Psicologia poderão promover “estudos ou atendimento de (re)orientação sexual” (sic.). Se o restante da liminar apenas reitera o que o Código de Ética e as normas do Conselho Federal de Psicologia, bem como repete demais diretrizes …

“Auto-deslegados” Por Fabiana Rousseaux

Surgidos en medio de dos manifestaciones muy contundentes en la Argentina, el “2×1” y el “Ni una menos”,  ambas de un gran impacto simbólico para este país, los “hijos e hijas de genocidas”, crearon indudablemente una gran conmoción. En el momento en que el gobierno intentó, en su escalada negacionista y profanadora de la memoria, …

“Sem surpresas, mas infame; esperado, mas escatológico; previsível, mas vergonhoso”

Saber antecipadamente dos acontecimentos não nos livra da estupefação. Não porque algo nos faria supor que uma decisão diferente da que foi divulgada ontem viria. Mas por que a esperança de que um instante de sanidade, senso moral e coragem cívica, de repente perturbassem um soldadinho de chumbo que se utiliza do direito como meio …

Um ano do golpe (IV), com Raul Ellwanger

Após 365 dias do golpe de 2016, é fundamental destacar que, no lugar onde tudo termina, nasceram e se fortaleceram movimentos, grupos, instituições e indivíduos que se insurgiram lá onde não havia esperança e onde a descrença medrava. Muitos já existiam, mas suas ações foram investidas de sentido e importância inconteste e crescente. Não desistiram, …

Um ano do golpe (III), com Jornalistas Livres

Após 365 dias do golpe de 2016, é fundamental destacar que, no lugar onde tudo termina, nasceram e se fortaleceram movimentos, grupos, instituições e indivíduos que se insurgiram lá onde não havia esperança e onde a descrença medrava. Muitos já existiam, mas suas ações foram investidas de sentido e importância inconteste e crescente. Não desistiram, …

Um ano do golpe (II), com Jornalistas Livres

Após 365 dias do golpe de 2016, é fundamental destacar que, no lugar onde tudo termina, nasceram e se fortaleceram movimentos, grupos, instituições e indivíduos que se insurgiram lá onde não havia esperança e onde a descrença medrava. Muitos já existiam, mas suas ações foram investidas de sentido e importância inconteste e crescente. Não desistiram, …

Um ano do golpe (I), com Luis Nassif

Em 17 de abril de 2016, tem início a última fase do golpe parlamenta-midiático-jurídico no país com a votação, na câmara dos deputados, do impeachment da presidente Dilma Roussef, eleita com mais de 54 milhões de votos. Nessa ocasião,  a consolidação do processo de impeachment culminou com o sequestro dos votos de eleitores, brasileiros, que acreditavam …

“O luto dos democratas: a festa da democracia que jamais cedeu e não cederá”

Sexta, #31M, mais uma manifestação iniciada na paulista. Saiu do MASP, como sempre, serpenteou a consolação até chegar na Praça da República. Mas, dessa vez, havia um clima diferente no ar. Diferente das outras centenas de manifestações, milhares pelo país, havia uma certeza pairando, uma tranquilidade esboçada entre os manifestantes, nos sorrisos no rosto, nas …

“O mal-estar na cultura” Por Abrão Slavutzky

É um espanto a beleza da natureza, das artes, das invenções científicas, convivendo com a violência e a crueldade. Somos chamados de homo sapiens, na Bíblia está escrito que fomos feitos à imagem e semelhança divina. Entretanto, somos também o homo demens, em que a loucura da sociedade é desconcertante. Portanto, é difícil explicar como …