“Doutor, tira essa coisa de dentro de mim? Me salva” por Betty Bernardo Fuks – Especial Psicanalistas pela Democracia

“Doutor, tira essa coisa de dentro de mim? Me salva”. Betty Bernardo Fuks1 No final de agosto o jornal El País publicou uma entrevista com o Coordenador, no Brasil, da Rede Médica pelo Direito de Decidir (Global Doctors For Choice – GDC)2. Ex-diretor do Serviço de Atenção às Vítimas de Violência Sexual do Hospital-Maternidade Vila …

Pela escolha, porque há sempre um sujeito – e uma aposta de que há sujeito. Por Renata Mattos Avril

O ano era 1992. Foi certamente a primeira vez que ouvi falar de uma forma ética, incluindo o sujeito e seu desejo, da possibilidade de uma mulher escolher o que fazer com seu corpo e sua vida diante de uma gravidez. Não veio com o peso moralizante, os estigmas e representações repletos de pré-conceitos que …

Cortejo fúnebre em marcha à ré. Por Edson Luiz André de Sousa

PARA ONDE ESTAMOS INDO? PARA ONDE QUEREMOS IR? Chegamos em cem mil mortos e quase 3 milhões de pessoas infectadas pelo COVID-19 no Brasil. Um país as avessas, vidas ao avesso, um país em marcha à ré. Na terça-feira dia, 4 de agosto, três grandes artistas se uniram em São Paulo para uma performance que …

Uma breve reflexão sobre memória e legado. Por Cristiane Nakagawa.

Cristiane Nakagawa: especial para psicanalistas pela Democracia no dia em que se rememora o lançamento da bomba atômica sobre a cidade de Hiroshima Quando eu tinha uns 13 ou 14  anos tive uma breve, mas profunda conversa com meu pai. O assunto começou porque ele estava nitidamente triste, e tristeza de pai ou mãe é sentimento insuportável para os filhos. …

Efeitos da colonização na Psicanálise: o lugar do Brasil e da língua portuguesa. Por Luciano Elia[1]

Efeitos da colonização na Psicanálise: o lugar do Brasil e da língua portuguesa Luciano Elia[1]                 Pau Brasil Portugal só é grande no Brasil!   Este é um exergo de António Gomes da Costa[2], eminente cidadão português radicado no Brasil, no Rio de Janeiro, de cujo estado era …

A vida que não vale a pena ser vivida: os texanos, os milicianos e nós – Paulo Endo – especial para Psicanalistas pela Democracia

  Cerca de 1200 mortos por dia subnotificados por uma pandemia que não encontra obstáculos para avançar; Com variações são cerca de 50000 mortos por homicídio anualmente; Anualmente mais de 1,5 milhão de mulheres são espancadas ou estranguladas no país (https://www.bbc.com/portuguese/brasil-47365503); Em torno de 66 mil estupros notificados ocorrem no país todos os anos. São …

Anti-intelectualismo: o empobrecimento do discurso e o governo da vontade. Por Nathália Meneghine dos S. Rodrigues.

Não é segredo para ninguém os ataques que escolas e Universidades Públicas vêm sofrendo nos últimos anos, mais especificamente podemos usar o ano 2004 como o ano em que esse ataque ganha corpo através da criação do Movimento Escola Sem Partido[1], que em 2015 se desdobrou em um Projeto de Lei. No entanto, não é …

Sobre o horizonte da subjetividade e da política em nossa época: Édipo em Colono e a função do desmentido – por Andrea M. C. Guerra

Se a tragédia de Édipo rei é uma obra exemplar, os analistas devem conhecer também este para além do drama que a tragédia de Édipo em Colona realiza (Lacan, 1985, p. 264).   O mito O mito grego de Édipo, escrito pelo tragediógrafo Sófocles entre 441 a.C. e 401 a. C., ficou conhecido através das …

Copacabana, praia de memórias! Por Edson Luiz André de Sousa.

Em 1948 Vinicius de Morais estava em Los Angeles onde escreveu um poema evocando Copacabana, este lugar tão inspirador e emblemático de um Brasil que já tivemos e que agora parece que estamos perdendo, como a areia que escorre por entre os dedos. O poema inicia com estes versos “Esta é Copacabana, ampla laguna Curva …

Todo nome – por uma ética e utopia do não esquecer e do não silenciar. Por Renata Mattos Avril

Nosso papel, na vida, é de fazer durar o instante (Colum McCann)[1].   Um pensamento sobre a função da utopia vem, portanto, provocar a imaginação a abrir outros caminhos possíveis ao pensamento para que não fiquemos paralisados na obscuridade do instante (Edson Luiz André de Sousa)[2].   O real é o que nos coloca diante …

Por uma estratégia comunitária do SUS na pandemia – Por José Mario Neves e demais autores

Autores: Alcides da Silva Miranda, professor do Bacharelado em Saúde Coletiva da UFRGS Dário Pasche, professor do Bacharelado em Saúde Coletiva da UFRGS Jeferson Miola, especialista em Saúde Coletiva pela UFSM; integrante do IDEA José Mario Neves, doutor em Psicologia Social e Institucional pela UFRGS; do IDEA Tadeu de Paula Sousa, professor do Bacharelado em …

Da Linguagem do Terceiro Reich e da Linguagem do Bolsonarismo. Por Betty Bernardo Fuks

É no mínimo constrangedor assistir o governo brasileiro usar, em pronunciamentos à nação e em propagandas institucionais, a linguagem e a estética do Terceiro Reich. Entretanto, quando refletimos sobre o papel dessas modalidades de comunicação na invenção do extermínio de judeus, homossexuais, ciganos e doentes mentais, durante a Segunda Guerra Mundial, não é mais possível …