Ficções rebeldes – trilhos, ilhas, agulhas¹ Edson Luiz André de Sousa

  “A ilha é como uma pequena estrela que o espaço esqueceu” Rainer Maria Rilke “A arte coloca a vida em desordem. Os poetas da humanidade restabelecem o caos continuamente”. Karl Kraus   Toda ficção traz o gérmen de uma rebeldia.  Não existe rebeldia sem ficção. Esta palavra tem muitas derivações semânticas. Vem do latim …

HIATUS: A MEMÓRIA DA VIOLÊNCIA DITATORIAL NA AMÉRICA LATINA – Marcio Seligmann-Silva

      “HIATUS: a Memória da Violência ditatorial na América Latina” TEXTO DO CURADOR – Marcio Seligmann-Silva   “Hiato” é uma palavra derivada do latim “hiatus” que remete às noções de falta, lacuna, interrupção, abismo. Ao propor uma exposição voltada para a memória das ditaduras na América Latina, calcada nesse universo semântico, enfatizamos tanto …

“O derretimento da candidatura Doria” Por Paulo Endo

Atacar pessoas pobres, miseráveis e indefesas em praça pública com violência armada despropositada; impedi-los de ir e vir pela cidade internando-os compulsoriamente; tentar confundir a opinião pública justificando a extrema violência como uma caçada às drogas dá ibope? Demitir publicamente uma mulher, visivelmente constrangida, diante das câmeras de TV como feito de sua gestão na …

Ocupação das escolas no Brasil: uma origem, a cadeira e outras dobras na ilha de papel* Lisiane Molina Leffa

Qual a medida de um espaço ideal? Essa pergunta me interroga o passo quando acompanho Rafael (Hitlodeu) comunicando os limites da Utopia. Enquanto anuncia a localização de suas vizinhanças, fica em suspenso seu lugar real. Não apenas pela junção de duas palavras gregas que compõem a invenção de Morus (1997), como sabemos, a Utopia (1516) …

“Os 18 do presente e o 2018 do futuro” Por Paulo Endo

Publicado originalmente em Jornalistas Livres Os 18 manifestantes, que flagram a teia que pune, cerca e tenta destruir os resistentes, denunciam um sistema repressivo que trabalha para inocular medo em todos. Tal sistema atribula as famílias, invade suas vidas e ameaça o futuro daqueles que resistem. O judiciário, como estamos cansados, exaustos de presenciar, cumpre …

“Arte e loucura se articulam em chave política” – Entrevista com Tania Rivera

Publicado originalmente em Subversos Por Fatima Pinheiro* Conheci Tania Rivera, psicanalista, ensaísta, professora da Universidade Federal Fluminense em um debate sobre Arte e Psicanálise, em 2005, na Universidade Federal Fluminense, e desde esse dia compartilhamos reviramentos na arte e na vida, nos tornamos amigas. Duas semanas atrás fui convidada por Tania para visitar a exposição …

“Não é falta de interpretação de texto” Por Adriana Marino

Reorientação. Re-orientação. (re)orientação. Está escrito e assinado pelo juiz do Distrito Federal, Waldemar Cláudio de Carvalho, que profissionais da Psicologia poderão promover “estudos ou atendimento de (re)orientação sexual” (sic.). Se o restante da liminar apenas reitera o que o Código de Ética e as normas do Conselho Federal de Psicologia, bem como repete demais diretrizes …

“Auto-deslegados” Por Fabiana Rousseaux

Surgidos en medio de dos manifestaciones muy contundentes en la Argentina, el “2×1” y el “Ni una menos”,  ambas de un gran impacto simbólico para este país, los “hijos e hijas de genocidas”, crearon indudablemente una gran conmoción. En el momento en que el gobierno intentó, en su escalada negacionista y profanadora de la memoria, …

Eu + 1: uma jornada de saúde mental na Amazônia

Ao iniciarmos nosso projeto de escuta aos ribeirinhos atingidos pela hidrelétrica de Belo Monte, compreendemos que seria importante registrar a construção da Clínica de Cuidado e a experiência singular desta equipe voluntária durante sua atuação no território. Produzimos então um documentário, que narra nossa jornada de atenção em saúde mental na Amazônia. “EU+1” narra a …

“Uma reflexão sobre o significante Psicanalistas pela Democracia” Por Gabriela Costardi

Uma reflexão sobre o significante Psicanalistas pela Democracia Gabriela Costardi[1] Aproximadamente 1 ano e meio se passou desde que um ato de resistência ao golpe fundou este espaço, o qual é destinado à conversação entre pessoas reunidas sob o significante Psicanalistas pela Democracia. Uso esta ocasião para indagar que tipo de fundação está em jogo …

“O Dia em que o Morro descer e não for Carnaval” Por Nayra Ganhito

Título em referência ao samba de Wilson das Neves e Paulo César Pinheiro. Ouça a interpretação de Wilson das Neves e Emicida em: https://youtu.be/qNknjPo72ss. Leia a letra em: https://www.letras.mus.br/wilson-das-neves/1281422/ Publicado originalmente em Boletim Sedes Sapientiae. Existe no samba uma dignidade difícil de exprimir. Uma elegância ou elevação peculiares, sensível por exemplo na figura dos velhos …

“As gerações futuras sentirão vergonha de nós” Por Helenice Rocha

As gerações futuras sentirão vergonha de nós. Sentirão vergonha de nosso silêncio e de nossa apatia. Não haverá certamente nenhum espanto, posto que a brutalidade que estamos permitindo tomar conta do mundo há também de eliminar a possibilidade de espanto e indignação. A brutalidade elimina qualquer espasmo de surpresa. Casos como o da deputada que …

“Dia 23 de maio de 2017” Por Laura Sahm Shdaior

Dia 23 de maio de 2017, terça-feira seguinte ao domingo em que uma marcante ação da polícia foi feita na região conhecida como Cracolândia, intervenção que ocorreu em meio à proposta das internações compulsórias. Dia 23 de maio de 2017, terça feira em que a demolição de um prédio da região deixou três feridos, revelando …