Uncategorized

“Os ecos de Marielle”, Por Gabriela Gomes Costardi

Infelizmente, eu não conhecia Marielle Franco antes de sua execução. Mesmo assim, a morte dela me afetou profundamente. Marielle transgrediu a linha que lhe era destinada. Por ser negra, pobre e favelada, estava descoberta de direitos, esperava-se que vivesse e morresse em silêncio. Mas teve voz quando viva e, depois de assassinada, continua sem se …