Editorial

A fundamental visita da Comissão Interamericana de Direitos humanos ao Brasil em novembro de 2018 – Por Paulo Endo

    Dezenas de ativistas convidados estiveram na última sexta feira reunidos com representantes da Comissão Interamericana de Direitos Humanos em São Paulo como parte de uma visita ampla e incisiva ao Brasil num momento decisivo de nossa história. A última visita da Comissão ocorreu em 1995, mais de 20 anos atrás e é extremamente …

ORGANIZANDO RESISTÊNCIAS

  Prezados leitores do PPD a seguir algumas informações e orientações a partir de postagens anteriores feitas por nós e outras iniciativas que temos tido. A hora é de ação então elencamos algumas delas e se possível todas elas para serem deflagradas “ontem”: 1) Inscreva-se no www.vamosvirar.org Ali receberá informações diárias de como se envolver …

Valentões machucam, ferem, ofendem e batem nas ruas, mas seu líder corre de medo dos debates – Editorial Psicanalistas pela Democracia

A estratégia de Bolsonaro e bolsonaristas está clara, óbvia e ululante. Os bolsonaristas e seu líder adoram dizer que vão matar, bater, torturar e machucar pessoas. Já estão fazendo isso por todo o país. Sabem bem exercer a covardia repleta de xingamentos e bravatas da força bruta, sobretudo quando estão em grupo e se deparam …

Última oportunidade de Haddad corrigir os erros maiores de seu partido e construir um amplo governo de coalizão anti nazi-fascismo

Não há a menor possibilidade de levantar uma bandeira isolada ou mesmo preponderante do PT no segundo turno. O trabalho de Haddad deve ser o de montar, de forma realmente honesta, um governo de coalizão não apenas com as forças de esquerda, pelas quais já nutre proximidade programática e simpatias mútuas, mas procurar ativamente aproximar …

A violência nunca é a-historica, nem isolada e nem controlável e, se deflagrada e conclamada, não poupara ninguém. Editorial Psicanalistas pela Democracia

Lamentamos que um candidato à presidência da república seja esfaqueado em plena campanha. É um fato inédito no país e jamais deve ser celebrado e nem visto com desdém. Todos terão mais receio de se expor publicamente a partir de agora. Lula já havia sido alvo de outro atentado a tiros em março desse ano …

“Canta, canta minha gente deixa a tristeza prá lá- a Feira da Reforma Agrária em SP”

  Era domingo, dia 06 de maio. Momentos finais da III feira da reforma agrária. O parque estava cheio ainda. Em todos os lugares esparramados, em todas as fileiras de barracas representando os estados brasileiros, nas arquibancadas e em frente ao palco, onde mais de 300 artistas se apresentavam continuamente, havia muita gente. Na grande …

“Há 50 anos, um oásis em tempos sombrios chamado Museu Lasar Segall”

Em meio ao cataclisma de retrocessos no Brasil, é necessário e comum que, vez ou outra, procuremos abrigo, quietude, lugar de pensamento e de reposição das energias e renovação do sentido utópico de nossos conceitos e desejos sobre o Brasil que amamos, e que não cessa de ser vilipendiado, agredido, extorquido pela elites do atraso, …

“O Governo TEMER precisa ser responsabilizado e o 41o. batalhão profundamente investigado”

“Precisamos gritar para que todos saibam o está acontecendo em Acari nesse momento. O 41° Batalhão da Polícia Militar do Rio de Janeiro está aterrorizando e violentando moradores de Acari. Nessa semana dois jovens foram mortos e jogados em um valão. Hoje a polícia andou pelas ruas ameaçando os moradores. Acontece desde sempre e com …

“Mulheres em Luta”

Porto Alegre. 08 de março de 2018. Registro: Laura Lewgoy ARPEJOS (I) Ana Cristina César Acordei com coceira no hímen. No bidê com espelhinho examinei o local. Não surpreendi indícios de moléstia. Meus olhos leigos na certa não percebem que um rouge a mais tem significado a mais. Passei pomada branca até que a pele …

“2018 na soleira da porta, então pé na porta em 2018”

Vá ao encontro da diferença, da diversidade, das cores, dos estranhos, dos desiguais. Com agulhas para desativar bombas, como propõe Edson Sousa, perfure os monolitos grandiloquentes assim denominados DROGADOS, REFUGIADOS, ILEGAIS, VÂNDALOS, POBRES. Olhe o suficiente até enxergar sua própria face e, em sua pele, sua história. Reconheça-se no olhar de outrem e nele encontre …

Um dia ao estilo PSDB/PMDB: Violência, oportunismo e armas letais. Então, imaginem vinte anos disso

“…o Estado proibiu ao indivíduo o uso da injustiça, não porque pretenda abolí-la, mas porque quer monopolizá-la, como o tabaco e o sal. O Estado combatente permite a si toda a injustiça e toda a violência que desonraria o indivíduo.” Sigmund Freud-Considerações atuais sobre a guerra e a morte (1915) Em meio a uma crise …

“Além de pagar a babá do Michelzinho, os vestidos de Marcela e a mesada de Cunha para onde mais irá o dinheiro arrancado com a suspensão dos direitos dos brasileiros durante a gestão TEMER?”

Temer, seu governo e seus aliados chegaram ao fundo do poço. Começa agora o espetáculo dantesco daquele que chegou ao poder sem qualquer legitimidade, apoiado por forças que não desejam o bem do país e nem de seus cidadãos e que fora apoiado e insuflado por grupos neofascistas que, cada vez mais inúteis e perdidos, …

“2017”

Em 2011 foi publicada uma coletânea de poemas traduzidos para o português da lavra de poetas de primeira grandeza de língua alemã, russa, inglesa, francesa. O título da coletânea: Poesia da Recusa; o tradutor: Augusto de Campos. Psicanalistas pela Democracia retoma aqui a tradução desse importantíssimo tradutor, poeta e escritor vanguardista brasileiro e relembra a …

“Coragem e esperança sempre! Adeus, Dom Paulo”

Um dos maiores intérpretes do discurso fascista, do cinismo e da ambivalência de       setores da igreja católica e de outras religiões no Brasil e inspirador extraordinário do homem comum, faleceu no último dia 14/12/2016. Dom Paulo trabalhava no limite, nas bordas, nas margens. Empurrava-as para mais além, questionava os limites herdados de tradições seculares de …

“3 vezes Dostoiévski, 3 vezes Frateschi para um Brasil dos ridículos, dos medíocres e dos imorais”

Mesmo para quem conhece o pequenino teatro Àgora, onde são apresentados os monólogos de Celso Frateschi, sempre pode se surpreender ao ver esse ator extraordinário em cena. Sem patrocínios e sem leis Rouanets, como ele mesmo destacará ao final do espetáculo. Sua maneira peculiar e única de conduzir um monólogo dramático. Conversando, matutando com o …