Dallagnol e vazajatistas parecem aderir com entusiasmo ao “Lula Livre” mas antes escarneceram de seu sofrimento diante da morte de sua esposa e debocharam da morte de seu neto – Por Paulo Endo

  Para fazerem jus ao pedido e mostrar isenção, talvez os procuradores devessem montar um power point para outra campanha…