Considerações sobre a servidão voluntária e identificação com o agressor e sob o impacto do filme Tigre Branco (contém spoilers!). Por Jaquelina Imbrizi & Julia Bartsch.

“A vida no capitalismo tardio é um contínuo rito de iniciação. Todos têm que mostrar que se identificam integralmente com o poder de quem não cessam de receber pancadas.” (Horkheimer & Adorno, 1985, p.144)   Somente uma “recepção dispersa” (Horkheimer & Adorno, 1985) dos telespectadores ao assistirem filmes indianos poderia desencadear o juízo de que se …

A Devastação Perversa – Por Norton Cezar Dal Follo da Rosa Jr.

  Vivemos um processo de devastação da vida, da cultura, da dignidade humana, das riquezas e das instituições do nosso país. Os sentimentos decorrentes dessa destruição, arquitetada perversamente, são múltiplos, indo desde o medo, a raiva, o nojo, a indignação, até a mais surpreendente apatia e indiferença, que, por vezes, parecem uma forma de cumplicidade …

A democracia exige coragem: notas sobre a importância de resistir ao fascínio pela obediência servil – Por Norton Cezar Dal Follo da Rosa Jr

O livro da filósofa e psicanalista Cynthia Fleury, intitulado La fin du courage1, parece-me pertinente para a atualidade. Nesse ensaio, além de sustentar a tese de não haver coragem política sem coragem moral, a autora demonstra como a filosofia permite fundar uma articulação entre o individual e o coletivo, a partir de uma ampla reflexão …

Carta aos Brasileiros – Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro (SBPRJ)

Carta aos Brasileiros Nós, psicanalistas da Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro – SBPRJ, unimo-nos aos médicos do Rio de Janeiro e a todas as instituições científicas em repúdio ao descaso das autoridades diante da situação aterradora em que nos encontramos, com a perda diária de mais de 1000 vidas e histórias, provocando …

‘Um torturador na história da psicanálise: notas preliminares sobre a atualidade do sintoma apolítico’, por Marília Etienne Arreguy

Um torturador na história da psicanálise: notas preliminares sobre a atualidade do sintoma apolítico1 Por Marília Etienne Arreguy2   Trazer à tona o caso Amílcar Lobo hoje, e aqui na Espanha, é importante pois reabre a discussão sobre a atualidade do sintoma apolítico na história da psicanálise e de suas instituições. Trata-se de um caso …

De um Vírus ao Outro, Vacina Para Todos – Por Sílvia Nogueira de Carvalho

Do relicário de uma epidemia no Brasil de Ramon Navarro e Debora Diniz   Vocês são como vírus? Formulo essa estranha pergunta ao consentir com a leitura do atualíssimo livro do psicanalista Joel Birman (O trauma na pandemia do coronavíirus – suas dimensões políticas, sociais, econômicas, ecológicas, culturais, éticas e científicas. Civilização brasileira, 2020). Não …

Da privação à privatização da vida e da morte. Por Flademir Roberto Williges

“Se correndo com os pedestres você se cansa, como poderá competir com os cavalos?” (Jeremias, 12, 5). No Texto “Imagens, Sensações e simbolização da Morte em Tempos do Novo Coronavírus”, Especial ao Psicanalistas pela Democracia, no dia 10 de maio de 2020 (https://psicanalisedemocracia.com.br/2020/05/imagens-sensacoes-e-simbolizacao-da-morte-em-tempos-do-novo-coronavirus-por-flademir-roberto-williges/), falei sobre a espetacularização da morte e sobre o uso das máscaras. Quis destacar …

Capitólios, capitães, contaminações: uma mãe, uma filha e todas as mentiras. Por Edson Luiz André de Sousa

Helena Duke tem 18 anos e mora em Charlton, Massachussets. Sua mãe a proíbe de ir à manifestação do Black Lives Matter, preocupada, aparentemente com a violência. Mente para filha que está indo a uma consulta médica, e vai participar da manifestação insuflada por Donald Trump, que invadiu o Capitólio, em uma ameaça escancarada a democracia. …

Estrangeiros numa cidade que acorda – inconsciente, mal-estar e polifonia, por Renata Mattos Avril

Foto montagem: acampamento temporário de estrangeiros em novembro de 2020 na Place de la République, em Paris, e abrigo Rondon II, em Boa Vista

Estrangeiros numa cidade que acorda – inconsciente, mal-estar e polifonia Renata Mattos Avril Num momento e contexto histórico-político-social em que, diante de uma pandemia com proporções nunca antes vistas e em que, num primeiro momento, circulou a falsa impressão de que, face a ela, “somos todos iguais”, que ela “atinge todas as pessoas de forma …

As vacinas que precisamos. Por Edson Luiz André de Sousa

O método é por demais conhecido. Usar uma posição de poder, de ascendência sobre outra pessoa para colocar em dúvida a percepção de realidade deste outro. Isto tem um nome preciso, se chama abuso. Em 1944 George Cukor dirigiu o filme Gaslight baseada na peça de teatro de Patrick Hamilton. Neste filme um marido cria …

Anjo negro e o racismo brasileiro. Por Betty Bernardo Fuks

Anjo negro e o racismo brasileiro Betty Bernardo Fuks [1]   Em tempos de pandemia, a nova montagem da peça Anjo Negro de Nelson Rodrigues traz o selo da insistência do psicanalista e diretor de teatro Antonio Quinet, em trazer o Inconsciente – sonhos, sintomas, paixões, culpas – à cena. Trata-se de seu compromisso para com …