“Por que chamar de supremos e superiores tribunais que assistem o Brasil ir ladeira abaixo?” Por Paulo Endo

A lei permite muitas coisas, inclusive inexoráveis injustiças. Não é preciso gastar muita tinta e papel para, numa olhadela, perceber que os operadores do direito no Brasil são frequentemente flagrados, à luz do dia, cometendo brutais injustiças, envolvidos em corrupções escandalosas, apaniguando e sendo apaniguados por personalidades políticas suspeitas. Podemos relembrar fatos anteriores à miríade …

“Domingo no parque em SP” Por Cristina Barczinski e Sílvia Nogueira de Carvalho

Originalmente publicado no Boletim Online – Jornal digital de membros, alunos e ex-alunos do Departamento de Psicanálise do Instituto Sedes Sapientiae, edição 42, junho de 2017. Domingo de manhã acordamos para o que pensávamos que fosse a desconfigurada Virada Cultural e era a violência de Estado desencadeada na surdina por Doria Alckmin, a inaugurar um …

A psicanálise e o neoliberalismo: entrevista com Caterina Koltai, Christian Dunker, Maria Rita Kehl, Nelson da Silva Jr., Paulo Endo e Rodrigo Camargo

Publicado originalmente em LavraPalavra Por Bruna Coelho, Daniela Smid e Pedro Ambra …Fica-se assim com a impressão de que a civilização é algo que foi imposto a uma maioria resistente por uma minoria que compreendeu como obter a posse dos meios de poder e coerção. Evidentemente, é natural supor que essas dificuldades não são inerentes …

O Brasil de cara contra o muro

Publicado originalmente em Carta Maior Em um dos momentos de crise mais complexos da sua história, o Brasil sofre com problemas que alimentam ainda mais o difícil cenário já instalado. A falta de disposição ao diálogo, a busca por culpados e a transformação da política em algo menor, supostamente sem importância para a vida coletiva …

Um dia ao estilo PSDB/PMDB: Violência, oportunismo e armas letais. Então, imaginem vinte anos disso

“…o Estado proibiu ao indivíduo o uso da injustiça, não porque pretenda abolí-la, mas porque quer monopolizá-la, como o tabaco e o sal. O Estado combatente permite a si toda a injustiça e toda a violência que desonraria o indivíduo.” Sigmund Freud-Considerações atuais sobre a guerra e a morte (1915) Em meio a uma crise …

“Além de pagar a babá do Michelzinho, os vestidos de Marcela e a mesada de Cunha para onde mais irá o dinheiro arrancado com a suspensão dos direitos dos brasileiros durante a gestão TEMER?”

Temer, seu governo e seus aliados chegaram ao fundo do poço. Começa agora o espetáculo dantesco daquele que chegou ao poder sem qualquer legitimidade, apoiado por forças que não desejam o bem do país e nem de seus cidadãos e que fora apoiado e insuflado por grupos neofascistas que, cada vez mais inúteis e perdidos, …

Um ano do golpe (IV), com Raul Ellwanger

Após 365 dias do golpe de 2016, é fundamental destacar que, no lugar onde tudo termina, nasceram e se fortaleceram movimentos, grupos, instituições e indivíduos que se insurgiram lá onde não havia esperança e onde a descrença medrava. Muitos já existiam, mas suas ações foram investidas de sentido e importância inconteste e crescente. Não desistiram, …

“Eu, caçador de mim: a engenharia reversa da psicanálise” Por Lia Silveira

eu caçador de mim

Um povoado assolado por uma praga. Jovens patriotas se alistam para se dedicar à causa da caça às “baratas”, invasores monstruosos que espalham medo e desordem. Essas são as cenas iniciais do episódio “Engenharia Reversa” do impactante seriado Black Mirror do Netflix. Os elementos presentes nessa primeira parte do roteiro são os mesmos que podem …

“O boato exequível, plausível e com gosto amargo antecipa e prepara o direita volver e convoca o esquerda prá valer” Por Paulo Endo

Publicado originalmente em Jornalistas Livres A notícia do último dia 05/05 de que a câmara dos deputados preparava a conclusão do golpe postergando as eleições para 2020, depois esclarecida pelo deputado petista Vicente Candido, assustou muitos e correu as redes sociais. Não são poucos os que se lembraram das eleições que nunca ocorreram prometidas para …

Considerações sobre (in) visibilidade e espetacularização nos movimentos de resistência à Reforma da Previdência

Jaquelina Imbrizi (Professora adjunta da Universidade Federal de São Paulo – Campus Baixada Santista e membro do Laboratório de Psicanálise, Sociedade e Política da USP e PUC-SP) Dr. Eduardo de Carvalho Martins (Professor da Pós- graduação em coordenação pedagógica pela Universidade Federal de São Carlos, Psicólogo da Universidade Federal de São Paulo) Diego Amaral Penha …

Um ano do golpe (III), com Jornalistas Livres

Após 365 dias do golpe de 2016, é fundamental destacar que, no lugar onde tudo termina, nasceram e se fortaleceram movimentos, grupos, instituições e indivíduos que se insurgiram lá onde não havia esperança e onde a descrença medrava. Muitos já existiam, mas suas ações foram investidas de sentido e importância inconteste e crescente. Não desistiram, …